Reforma e construção

Tipos de cimento para usar em diferentes obras

Na hora de construir, é importante conhecer os diferentes tipos de cimento e suas aplicações para não errar na compra do material. Certo? Por isso, o conteúdo de hoje é para facilitar a sua obra ou reforma!

Separamos as dúvidas mais comuns e respondemos todas elas! Isso tudo para ajudar você a escolher o tipo de cimento certo para sua obra.

Acompanhe!

O que é cimento?

O cimento é um material cinza com consistência de pó, sendo utilizado para vários tipos de construções, revestimento, rejunte e confecção de peças.

Isso porque as propriedades químicas do cimento (aglomerante, aglutinante ou ligante) tornam o material ideal para sedimentação. Ou seja, uma vez que ele endurece em contato com a água e não se decompõe depois de secar.

Sendo assim, veja quais são as substâncias presentes na composição do cimento:

  • calcário;
  • argila;
  • argila pozolânica;
  • gesso;
  • óxidos de ferro e alumínio.

História do cimento

Embora seja um material utilizado desde a antiguidade, o cimento artificial como conhecemos hoje surgiu apenas no século 18, a partir da Revolução Industrial.

O cimento Portland, por exemplo, considerado o mais famoso do mundo atualmente. O mais interessante é que ele surgiu a partir de um experimento do construtor inglês Joseph Aspdinm, em 1824.

A princípio, ele misturou pedras calcárias e argila queimadas e notou que se transformam em um pó fino que endurecia ao secar. Por isso, o nome do material é uma referência às rochas da ilha britânica de Portland.

Tipos de cimento: conheça os principais

Agora que você já sabe a origem e a composição básica do cimento, veja os principais tipos encontrados no mercado:

Cimento Portland CP I

O cimento Portland CP I é o chamado cimento comum. Então, entre suas propriedades, possui 5% de adições e gesso para retardar o início da pega do cimento.

Seja como for, existe também uma sub variante, que é o Cimento Portland CP I-S, que leva 10% de adição de material carbonático em massa. Ademais, veja as principais características deste tipo de cimento:

  • é versátil (pode ser usado em serviços de construção em geral);
  • tem custo elevado e menos resistência;
  • é mais difícil de encontrar no mercado.

Cimento Portland CP II

Em suma, é o tipo de cimento mais comum e mais fácil de encontrar no mercado brasileiro. Ele corresponde, aproximadamente, a 70% de todos os cimentos produzidos no país.

Veja as principais características deste tipo de cimento:

  • possui diversas adições de materiais em sua composição;
  • apresenta menor calor de hidratação;
  • pode ser aplicado em construções em geral.

Cimento Portland CP III

Enfim, temos o cimento Portland CP III. É interessante lembrar que essa é uma opção mais ecológica comparada às demais. Isso porque ele utiliza menos clínquer (composto derivado da queima de outros materiais). Portanto, emite menos gás carbônico na atmosfera.

Veja as principais características deste tipo de cimento:

  • tem baixa liberação de calor ao reagir com água;
  • possui maior adição de escória;
  • apresenta pega mais lenta;
  • é indicado para uso em construções gerais e obras de grande porte, como pavimentação de estradas, barragens, sistemas de esgoto etc.

Cimento Portland CP IV

Também chamado de cimento pozolânico, possui um percentual de 15% a 50% deste material agregado.

Veja as principais características deste tipo de cimento:

  • menor permeabilidade;
  • maior durabilidade;
  • recomendado para uso em obras em geral e construções em contato com água e/ou umidade (barragens, tubulações, pontes, lajes, pilares etc).

Cimento Portland CP V ARI (Alta Resistência Inicial)

O cimento Portland CP V ARI tem pouquíssima adição de outros materiais (dessa forma, chegando a apenas 5%).

Veja as principais características deste tipo de cimento:

  • possui curto período de secagem;
  • adquire alta resistência rapidamente;
  • é utilizado em aplicações que exigem agilidade na desforma, como pavimentação, lajes, tubos, postes, meio-fio, confecção de concreto, argamassa, peças de criação artística, entre outros.

Cimento Portland Branco (CPB) 

Por fim, o tipo de cimento Portland Branco difere pela coloração, fabricada em condições especiais a partir de materiais que apresentam baixo teor de óxidos de ferro e manganês.

Além disso, o cimento branco divide-se em subtipos para aplicações estruturais e não-estruturais.

Sendo assim, é importante diferenciá-los porque o cimento branco não-estrutural só pode ser utilizado em rejuntes, correções e artesanato. Para ajudá-lo a entender do que se trata, nesse link tem um exemplo de produto.

Conclusão

Então, este conteúdo foi útil para você? Bom, esperamos que as dicas ajudem você na próxima reforma ou obra!

Por outro lado, quando for realizar sua próxima obra, fique atento aos tipos de cimento e suas aplicações para garantir o uso correto!

Por fim, não esqueça de ver o nosso post sobre o Efeito cimento queimado: dicas e truques!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *