Área externa

Como limpar piscina verde? Dicas de produtos e técnicas!

Com a chegada do verão, surge a vontade de aproveitar os dias quentes à beira da piscina, né? Mas, para usufruí-la, é preciso deixar a piscina limpa e própria para banho após vários meses sem uso.

Essa tarefa de higienização, que se repete todo ano, pode ser um pouco desanimadora e acabar desestimulando o uso da piscina. Por isso,  vamos explicar como limpar piscina verde com produtos e técnicas eficientes que não exigem tanto esforço.

Com estas dicas, você vai ver que deixar a piscina limpinha é mais fácil do que parece! No auge do verão, ela estará pronta para todo mundo curtir — sem oferecer riscos à saúde. Acompanhe a leitura!

O que faz a piscina ficar verde?

A piscina pode adquirir uma coloração esverdeada depois de um tempo sem uso ou após uma chuva forte. É um sinal de que a água está contaminada por colônias de algas e/ou outros microorganismos.

As algas são microorganismos que possuem clorofila, um pigmento verde responsável pelo processo de fotossíntese. Por isso, quando elas se proliferam em grande quantidade na água, a coloração esverdeada toma conta da piscina.

Geralmente, o que causa a proliferação das algas é a decomposição de matéria orgânica, como folhas secas, galhos de árvore, entre outros. Por isso, o primeiro passo para limpar piscina verde é retirar os materiais sólidos depositados na piscina com uma peneira.

Como limpar piscina verde: passo a passo

Ademais, depois de retirar os detritos sólidos, é hora de realizar a limpeza profunda da piscina! Veja as técnicas e os produtos que são eficientes para retirar as algas e eliminar a coloração esverdeada!

1 – Escovar a piscina

Usando uma escova presa a uma haste metálica, esfregue firmemente as paredes e o piso da piscina. Essa etapa serve para retirar o “grosso” das algas e melhorar sua visibilidade para o fundo da piscina.

Recomendamos que você fique nas bordas da piscina e não entre na água contaminada para fazer a limpeza, pois há riscos para a saúde.

2 – Corrigir o pH e a alcalinidade

As algas podem modificar o balanço químico da água. Por isso, a dica é medir os níveis de pH e alcalinidade com um kit medidor.

Caso você constate que a alcalinidade está fora da faixa de 80 a 120 ppm, ou que o pH está menor que 7,2 e maior que 7,6 (que são os valores de referência), é preciso utilizar um produto redutor ou elevador de pH e alcalinidade. 

Enfim, é importante sempre seguir as recomendações e as instruções da embalagem para fazer a aplicação do produto na piscina.

3 – Fazer o processo de decantação

Depois de corrigir o pH e a alcalinidade da água, o próximo passo para limpar piscina verde é aplicar um decantador, como o sulfato de alumínio.

Esse produto faz a sujeira e as algas que ainda estão suspensas na água irem parar no fundo da piscina. Assim, fica bem mais fácil removê-las — é só passar um aspirador por toda a extensão do piso.

Porém, recomendamos deixar o produto agindo pelo menos um dia inteiro para garantir que todo material seja depositado no fundo da água.

4 – Aplicar cloro

Por fim, o último passo para limpar piscina verde é a aplicação de cloro. Este é o produto que vai garantir a sanitização da água, matando bactérias e microorganismos nocivos à saúde.

Sendo assim, a dose recomendada para tratar adequadamente uma piscina verde é de aproximadamente 14g por mil litros, espalhados pela superfície da água. O uso deve ser suspenso até que a água atinja entre 0,5 e 5 PPM (quantidade) de cloro residual.

Conclusão

Agora você já sabe como limpar piscina verde com produtos e técnicas eficientes que vão garantir a saúde de todos para usufruir o melhor do verão!

Enfim, aproveite nossas ofertas de equipamentos para piscinas e acessórios e compre já tudo o que está faltando. O melhor para o seu lar você encontra aqui na Ferragem Thony! 🙂

* Confira também aqui no blog o post: Iluminação de jardim: dicas para a sua casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *